Cidades de Papel

Lomogram_2014-05-16_08-25-47-

 

 

John Green

Intrínseca, 2013, 368 p.

 

Q., um garoto conformado com a “normalidade” de sua vida, tem seu mundo virado de ponta cabeça e sacudido de forma abrupta quando sua vizinha-ex-melhor-amiga-atual-vítima-de-seu-amor-platônico, Margo Roth Spielgelman, resolve procurá-lo no meio da noite para uma aventura, uma pequena vingancinha.

*Digo abre aspas normalidade fecha aspas, porque é um livro do John Green e por mais que os personagens pareçam normais, eles não são tão assim.

Depois disso, Q. se envolve não só em questões relacionadas a (polêmica, impulsiva, determinada) Margo e seu [SPOILER] desaparecimento-barra-fuga, mas também em questões de auto-conhecimento e conhecimento da humanidade, sociedade, enfim…

Mais um livro do tio Verde, que está quase roubando o espaço do Sidney Sheldon em meu coração, passando por amor, conhecimento da raça humana até chegar em cerveja, formatura e palavrões.

Amei por me identificar com Margo e Q., amei por falar dessa filosofia de “carpedienzar”, amei por ter a escrita maravilhosa, engenhosa e magnificamente simples, por ser emocionante e imprevisível e amei só por amar.

Ain, tem partes no livro que pode te desanimar, é meio chato algumas partes em que ele fica lendo e decifrando o poema por exemplo. Mas não desista, o livro é maravilhoso e passa uma mensagem linda e aaaaaah é liiiiindo.

Minhas partes, trechos, sl, preferidos:

”  – Amanhã tem aula.
– É, eu sei. Amanhã tem aula, e depois de amanhã também, e pensar muito nisso pode enlouquecer qualquer garota. Ok, tudo bem. Amanhã tem aula. É por isso que a gente tem que ir logo, para voltar antes de o dia nascer.”

“Ela levantou a perna e soltou todo o peso do corpo quando a virei. Ou ela confiava mesmo em mim, ou desejava cair.”

“Somos agora o que eu gostaria que fôssemos então.”

“A luz sai e nos inunda.”

*P.S.: Tio Verde resolva-se com os livros do Sidney Sheldon (Noele, querida, Margo tá tentando te superar…)

Ah, pessoas, em breve farei uma lista sobre o porquê de amar o Tio Verde.

Bjs

Anúncios

Um comentário sobre “Cidades de Papel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s