Cursos @: Seeing Through the Photographs

ph

Infelizmente, a$ coi$a$ não e$tão fácei$ e eu ainda nem me matriculei na faculdade. Então para não ficar me lamentando e nem pensando que será um tempo perdido, resolvi investir mais no meu currículo.

Estou trabalhando ultimamente em uma agência de comunicação, e vejo muitas pessoas entendidas, empresários e tudo o mais e me dei conta de que no meu currículo só tem meu nome, telefone e um PORFAVORMECONTRATA. Então porque não mudar isso e ter um currículo pra se orgulhar?

Achei minha solução nos cursos online com certificados. Eu achei alguns que são grátis+os certificados válidos, achei alguns que você paga apenas pelo certificado e os que são totalmente pagos. Trarei minhas experiências aqui para o blog quando acabá-los.

stp

Esse ai, foi o primeiro de todo que eu acabei. Eu li sobre a existência dele na página do Catraca Livre (que é bom você ficar de olho) e corri para me inscrever. Ele é um curso do MoMa (Museum of Modern Art) que é nada mais, nada menos que um dos maiores museus de arte moderna do MUNDO.

O curso Seeing through the photographs é um curso sobre fotografia, baseado no acervo do próprio museu, com o propósito de ensinar as pessoas a terem um olhar crítico e profundo sobre essa arte. O curso é gratuito sem certificado e você pode obter uma versão mais completa do mesmo, com certificado, por 29 dólares (cerca de noventa reais, que no momento não foi viável a minha pessoa).

Ele é em inglês, mas dá pra entender bem, e você consegue traduzir os textos e até os vídeos, que possuem uma transcrição e pode ser copiada e colada no Tradukka (veja esse post aqui depois 😉 ). Ele é composto por textos, vídeos, slides e sugestões com posts, livros e entrevistas, que te ajudam com os testes. Mas tudo é bem rapidinho e você consegue fazer com base na sua disponibilidade.

O curso é divido em seis módulos e no final de cada um tem um teste, em que você tem que obter pelo menos 80% para passar de módulo. No final de tudo isso, você faz tipo um trabalho de conclusão de curso, contando sobre o módulo que mais gostou, o que não gostou muito e o que achou do curso numa forma geral. Eles pedem também pra escolher uma foto de algum artista que ilustre sua opinião.

vikmuniz

Não vou postar o texto que eu fiz aqui não, mas eu falei sobre o módulo 2, Vik Muniz e a forma que cada pessoa dá um significado áquilo que ela vê, dependendo do seu repertório.

Fiquei bem feliz com meus 90% ❤

Considerei o curso muito bom e te convido a fazê-lo!

Anúncios

5 : Sites úteis

Imagem de apple, fashion, and laptop

Quando vocês está naquela pressa… Esses cinco sites podem te dar uma mãozinha. Pode ir criando uma pasta aí nos favoritos chamada “sites úteis” e ir salvando um por um.

dolarhoje.com
Sabe quando você está linda poderosa fazendo uma compra em lojas online e VISH o preço está em dólar? É facinho, facinho converter usando o Dólar Hoje. O site consegue converter para pesos, iene, libra, euro e mais um monte de opções. É sempre bom consulta-lo já que dinheiro não é coisa que se brinque.

tradukka.com
Tá fazendo dever do cursinho mas tá em dúvida de como escreve aquela palavra? Frase?Texto? Venha para o lado tradukka da força. Eu usava bastante quando estava no cursinho, foi muito útil. Algumas coisas dão errado sim, fique atento as sentenças mais longas. Porém, no geral, é um site ótimo que salva a gente dos apertos da life.

significados.com.br
Tudo o que você precisa saber sobre uma gíria, expressão, coisas no geral. Adoro o significados porque ele te dá uma ampla visão das coisas. Conta o que é, de onde surgiu a expressão ou coisa, itens relacionados, onde você pode se aprofundar mais, etc, etc, de um modo não cansativo e de fácil entendimento.

sinonimos.com.br
ESSE SALVA VIDAS. Se assim como eu, você tem dificuldade de escrever com palavras rebuscadas e costuma escrever várias vezes a mesma palavra porque realmente não sabe por qual substituir pra não ficar repetitivo, você vai amar o Sinônimos. O site mostra o sinônimo da palavra desejada em vários sentidos, o que pode enriquecer o seu vocabulário e textos. Além de oferecer outras “abas” (?) como o antônimos, conjugação e o dicionário.

followthecolours.com.br
Um site que te eixa com os olhos alegres de tanta cor e informação legal. É muito bom para te inspirar nos DIY’s, nas fotos, nos assuntos em geral. Acho prático ter um site assim na ponta da manga, porque assim quando você se estressar, vai lá rapidinho e dá uma olhada. Fazendo isso você pode ter mais assuntos para conversar com as pessoas, ficar sabendo sobre muitos assuntos e se divertir.

www.meliuz.com.br
DINHEIROOOOZZ. O méliuz é um site de cupons de desconto, ele te evolve pequenas porcentagens das suas compras online (e tem até um Lembrador, em que você pode acionar os descontos assim que entra em um site parceiro!), assim você economiza e junta uma grana!

 

 

 

Bullet journal: incrível método de organização

bujoRecentemente comecei com esse método de organização que pode funcionar pra você, assim como está me salvando. O Bullet Journal, ou BuJo para os íntimos, é uma mistura de planner, diário e listas, que te ajuda a se organizar com poucas palavras. Ou seja, você não irá escrever enormes textos em um tópico, sendo que pode colocar apenas uma frase que resume tudo. Isso ajuda muito, já que quando você pegar o seu bujo e ler aquela página específica do dia, vai saber exatamente o que fazer.

keybujo.jpg

Contamos com o auxílio de pequenos símbolozinhos, chamados “keys”, que geralmente são colocados antes de escrever ~o comando/tarefa/etc~, o que te ajuda facilmente a localizar aquelas coisas mais específicas, como tarefas ou eventos.

Numerar as páginas e criar um index ajudam a se achar no caderno. “Nossa, minha lista de lugares para viajar está…” e você não passa um mês foleando até achar. Olha no index, acha o tópico Lugares para Viajar e o número da página, e voilá, encontra sua lista facinho, facinho.

O Bullet Journal é separado por meses, e esses, são separados em dias. Algumas pessoas costumam fazer separações diferentes, como por semana, por horário do dia… Encontre a que for melhor pra você e faça do seu jeito.

Pra começar o seu você precisa de um caderno e uma caneta. Só.

beautybujo.jpg

Claro que a gente quer fazer bonitinho. A maior parte das pessoas usa aqueles cadernos Moleskine com folhas quadriculadas (mas eu achei muitíssimo caro). Euzinha achei esse aqui no Mercado Livre (você pode acessar o link clicando aqui), e achei bem bom, as folhas são pontilhadas e grossinhas, enquanto a capa é dura.

O recomendado é escrever de caneta, pois torna aquilo permanente e como você irá usar muito, é capaz de apagar o que já tiver escrito. Eu uso minhas canetas da Stabillo porque são finas e eu escrevo bem com elas.

No mais, é isso mesmo. Você pode saber mais sobre a construção do seu Bullet Journal e as ~regras~ clicando aí nas palavras.

bbujo.jpg

Com o Bullet Journal eu melhorei minha letra, consigo completar mais as coisas que eu tenho que fazer, passei a ser mais organizada e lembrar das coisas. Também é ótimo pra fazer uma auto-avaliação durante o passar do tempo, você vê o quanto vai melhorando em alguns aspectos, te ajuda a se motivar quando você vê o tanto de coisas que já concluiu! Claro meu BuJo, não é nem um modelo (e eu já estou pensando em acrescentar coisas pro mês que vem), mas me esforço bastante pra ter um certo prazer em anotar até as coisas mais chatas de um modo que quando eu acabar de fazer, vou sentir uma certa realização.

Queria lembrar que NÃO É REGRA você ter um BuJo todo desenhado, com letras maravilhosas e cores magníficas, porque o objetivo não é realmente esse (mas é, você pode fazer toas essas coisinhas, comprar adesivos, treinar um milhão de vezes a caligrafia antes de escrever nele realmente). O objetivo do Bullet Journal é tornar o seu dia e suas tarefas mais práticas e objetivas e te incentivar a conclui-las.

Aqui estão algumas fotos do meu, espero que gostem! (ignorem a qualidade da foto e não desiste de mim)

16344333_1189824867770161_1422415436_n.jpg16343750_1189824987770149_825210675_n.jpg16295781_1189824884436826_1334449102_n.jpg16343939_1189824901103491_952580785_n_Ink_LI.jpg16395926_1189824917770156_692790781_n.jpg

Como anda a faculdade

large (1).jpg

Recentemente, descobri que fiquei meio louca (perturbada mesmo) por causa da faculdade. Por causa de conversas com outras pessoas, páginas no Facebook destinada somente a esses assuntos e longas meditações, descobri que é um fato. Você realmente pira um pouquinho quando chega na faculdade (principalmente nessa idade conturbada e cheia de cobranças da sociedade e as suas próprias). Mas tirando meus pequenos surtos e crises existenciais, tudo vai bem.

Também recentemente, uma amiga me perguntou como vai o curso, se estou gostando, essas conversas clichês de quando a gente vai pra um lugar novo, e eu cheguei a uma conclusão verdadeira e que até me agradou.

Estou a apenas alguns meses na faculdade. Não sei ao certo se era isso mesmo que eu pensei que o curso seria, e, além do mais, todos sabemos que o primeiro período é quando eles pegam leve porque meio que caímos de paraquedas na sala de aula e alguns esqueceram até o que é respirar.

Mas acho que está legal. “Tá indo”, é o que eu falo. No terceiro ano chega a hora de responder a pergunta que (a gente finge que) decide a sua vida, a qual você brincou anos e jogou no ar várias profissões: ~bailarina~ , veterinária, astronauta, professora, artista plástica (eu realmente achei que esse último era verdade até que mudou de novo)…

Você, então, com essa nova obrigação de responder “o que você vai ser quando crescer”, começa a buscar coisas na internet, frequenta uma Orientação Vocacional que você ganha da escola, vai em visitas a faculdades e cursos e mostras…

E, sempre, você tem nem que seja uma ideia do que quer fazer de verdade. Só não externaliza a ideia por medo, desaprovação dos pais, um próprio preconceito em admitir isso pra si mesmo, mas a gente sabe. A resposta tá sempre escondidinha dentro da gente, galerê. Assim, eu encontrei a Publicidade.

É uma coisa que eu sei que é bom pra mim, por mais que todos falem que “ninguém que eu conheço trabalha na área”, “você vai viver de quê” ou “tem mercado pra isso?”. Quando eu aprendo algo novo ou tô no Facebook, YouTube fazendo qualquer coisa, eu salvo links de propagandas que eu gostei, salvo ideias, salvo tudo relacionado. Isso porque eu gosto.

Então, COMO VAI A FACULDADE? eles perguntam.

Eu respondo: vai indo, e indo bem.

Study Time!

Olá! As minhas provas da faculdade (que vai bem, obrigada) já, já vão começar. como sei que muita gente ~eu, inclusive~ só começou a ligar as engrenagens agora, resolvi tentar ajudar com esse post, repleto de imagens e dicas de estudo!

1

“Como parar de procrastinar:

  1. Faça uma lista de tudo o que precisa;
  2. Faça as coisas difíceis PRIMEIRO;
  3. Tire de perto de você todas as distrações (sim, o seu celular!);
  4. Faça uma coisa de cada vez;
  5. Defina um prazo”

2

3
45

*#4: Depende e muito. O Jhonny quando era pequeno costumava ficar quietinho quando fazíamos carinho e enquanto o acariciava conseguia me manter focada nos textos. Porém agora, ele não para quieto. Então antes de pegar o teu bichinho pra estudar, pense se renderá ou você vai ficar enrolando e brincando com ele.

7

“Seu concorrente não deve ser uma pessoa de sua classe, deve ser o resultado de seu último semestre”

8

Uma coisa que me ajuda muito a lembrar de trabalhos, exercícios e até matérias que eu tenho que revisar é colar papeizinhos coloridos em uma parede visível do meu quarto. Então toda hora que eu olho sei que tenho algo pra fazer. Uma amiga minha colou fórmulas pela casa toda, na geladeira, na televisão e microondas! Assim, onde ela estivesse, mesmo que rapidinho, ela olhava a fórmula várias vezes ao dia.

10

Uma coisa que me ajudou muito foi definir um “cantinho de estudo”. Antes eu estudava na sala, porém toda hora tinha barulho, seja do meu irmão no computador ou meu irmãozinho correndo brincando, meus pais conversando, telefone tocando… Não dava! Fora que eu ficava enrolando e viajando, e sempre tinha que levantar e pegar alguma coisa no quarto. Com o cantinho, tenho como colar textos motivadores, calendários e até os lembretes em uma parede, e ainda deixar tudo organizadinho e lindo!

9

Não adianta ter um caderno lindo e um monte de canetas maravilhosas e não usar, né? Então rabisque mesmo, faça letras diferentes e use cores diferentes para cada coisa. Coloque data (sempre!) porque aprendi a pouco tempo que se perder em meio de tanta matéria é bem fácil e quando for passar de um tema pra outro, use desenhos como esses aí em cima pra diferenciar e indicar, tipo: ACABOU!

6

Se você adquire esse hábito de estudo, suas notas sobem, sim, porque você memoriza mais coisas e consegue aprender REALMENTE, porque as vezes você ~pensa~ que aprendeu (por isso os deveres de casa são tão importantes!) e na hora da prova dá aquele branco. Não estude somente na semana de prova e veja a diferença no boletim 😉

Finge que é dia 23

WP_20151123_005 2

Prometi a mim mesma que postaria no dia 23, porém por motivos de chuva muito forte eu nem mexi no computador direito. Não pude nem responder os desejos de parabéns no Facebook, mas é a vida.

ENTÃAAAO GALERÊ, estou aqui \o/

Vou explicar o porquê do dia 23: tenho vários motivos. Porque é meu aniversário, porque 23 é um número lindo, por causa daquela música que eu nem sei quem canta que diz “hoje é vinte e três, faltam oito dias para o fim do mês”… Mas o mais importante é o primeiro motivo mesmo. Eu acredito muito nessas coisas simbólicas e, o aniversário é o começo de um novo ano, uma nova época, um caminho novo cheio de possibilidades e eu poderia falar tudo o que significa, mas pra não ficar muito extensa a explicação, paro por aqui.

Bom, trarei hoje uma ~galeria~ de fotos, tipo um resumo fotográfico do que eu achei bem importante dos dias anteriores a esse:

*P.s.: cliquem nas fotos para ampliar.

 

Enfim, as últimas foram de ontem mesmo.

Voltarei a fazer do blog um pequeno diário, então, sintam-se á vontade.

Obrigada galerê. Estou feliz em escrever aqui de novo ❤

Orientação Vocacional

lnv

O Maior Talento

Deus, no momento em que terminou a criação, viu que precisava ter um cuidado especial com o que de melhor havia criado:
– O homem.
Pensou, refletiu e resolveu dar ao homem um talento muito especial, mas que somente os que fossem suficientemente esforçados para encontrá-los, teriam o privilégio dos benefícios desse talento. Mas, onde esconder tal preciosidade?
Primeiro, Ele pensou:
– Vou esconder o talento do homem nas sua profundezas da terra.
Depois, refletiu melhor e achou que nas profundezas do oceano ele estaria mais bem escondido.
Continuou achando, que o oceano não era um bom lugar e repensou:
– Creio que, no espaço, em meio aos planetas e estrelas, estará bem guardado e será bem mais difícil de ser encontrado por qualquer um.
Mesmo assim, voltou a refletir e concluiu, finalmente:
– O homem é muito curioso. Fatalmente acabará criando aparelhos para explorar os mares, para cavar o planeta e investigar os céus. Acabará encontrando… Vou esconder o maior talento do homem num lugar muito especial: no interior dele próprio. Será, com certeza, o último lugar em que ele buscará. E assim ele o fez. O melhor de mim, portanto, está dentro de mim. Cabe a mim, esforçar-me em ser cada vez melhor, criativo, competente e talentoso.

Quarta-feira, dia 8, eu terminei uma etapa muito interessante da minha vida, a Orientação Vocacional.

Um grupo da minha sala foi convidado a participar do Vocacional porque nós sinceramente não sabíamos o que fazer da vida. Seriam 10 encontros com uma psicóloga (Jaqueline, obrigada 🙂 ) em que seriam realizados vários testes, trabalhos e essas coisas. Num dos primeiros Vocacionais feitos, foi dito que o resultado dessa busca não seria dado assim, como se fosse brotar numa folha de papel “você deveria ser padeira” ou então “você fará Letras na faculdade tal”. É uma busca sua, e sendo assim o resultado é seu. Eles analisarão os teus resultados dos testes, que mostra nada mais, nada menos que características suas. Você fica sabendo em que você tem mais habilidade, como é a sua visão de mundo, como você se comporta com as pessoas, o que você precisa de tomar cuidado para não atrapalhar a sua carreira… Então isso revela em qual área você poderia aproveitar suas habilidades, em que você deveria investir.

Eu tinha dúvidas enormes sobre o que eu iria fazer, mas sinceramente, eu ia mais por curiosidade. Digamos que no começo eu definia o Vocacional como um “livro de auto-ajuda”, você sabe tudo o que eles estão te falando, mas precisa que alguém te fale aquilo. Descobri que não é TOTALMENTE assim.

Aconselho muito á todos, porque é um processo muito interessante de auto conhecimento.

Não lembro de todos os dados do meu resultado (no dia eu estava com uma tosse horrível que me dava crises toda hora, e infelizmente eu estava numa delas na hora), mas sei que me deixou feliz. Com os meus traços eu consigo facilmente fazer o que eu já havia decidido fazer na metade do Vocacional: Publicidade.

Então, mundo, que você se prepare porque (se Deus quiser) eu vou ser um sucesso!

Só porque eu gostei desse desenho:

huk

Beijo galerê!